Quem usa a ciência dos dados?

A ciência dos dados é o processo de construção, limpeza e estruturação de grandes quantidades de informações para analisar e obter insights. A ciência dos dados requer a formação de previsões ou hipóteses, experimentos para coletar dados, análises, e a racionalização e organização de muitos dados. Os cientistas de dados escrevem algoritmos para coletar e analisar grandes dados. Estes algoritmos podem detectar tendências e percepções valiosas que os seres humanos podem perder, e proporcionam automação no processo de coleta de dados.

A ciência dos dados é uma abordagem multidisciplinar que inclui o campo de mineração de dados, previsão, aprendizado de máquinas, análise preditiva, estatística e análise de texto. As organizações podem usar a ciência de dados para encontrar correlações entre eventos e fazer previsões sobre a probabilidade de um evento repetido. As empresas utilizam estas percepções acionáveis para melhorar a inteligência empresarial e impulsionar os objetivos comerciais.

Quem usa a ciência de dados? Cientistas de dados, estatísticos, analistas de dados, engenheiros de dados e outros especialistas em ciência de dados, todos utilizam grandes quantidades de informações para realizar seus trabalhos. Estes profissionais precisam de negócios, análises, informática, aprendizado de máquinas e habilidades em informática/TI para ter sucesso na ciência de dados.

Ver mais: Avast e ITS Rio oferecem 50 vagas para curso online gratuito

Obter a percepção do cliente

img

A ciência dos dados ajuda as organizações a obterem informações valiosas sobre os hábitos, demografia, preferências e necessidades dos clientes. Quanto melhor você entender o comportamento do cliente e como atender às suas necessidades, maior retenção de clientes sua empresa verá. Você pode reunir dados sobre os clientes toda vez que eles interagem com seu site, adicionar um item ao carrinho de compras, fazer checkout, abrir um e-mail ou interagir com suas páginas de mídia social. Compreender seus clientes-alvo e suas motivações ajuda a criar uma melhor experiência para o usuário.

Aumente a segurança

img

A ciência dos dados pode ser usada para melhorar a segurança de uma organização e proteger melhor as informações sensíveis. O setor financeiro depende de complexos algoritmos de aprendizagem de máquinas para detectar atividades fraudulentas baseadas em desvios das atividades típicas de um usuário. Os algoritmos podem detectar fraudes com maior rapidez e precisão diante de grandes quantidades de informações do que os humanos. Os algoritmos também são usados para criptografar informações sensíveis em conformidade com as práticas de privacidade de dados. Tudo, desde informações pessoais, detalhes de cartão de crédito, registros médicos e números do Seguro Social, pode ser criptografado para garantir que não seja mal utilizado ou comprometido.

Ver mais: Falta de investimento tornam empresas de saúde presas fáceis para cibercriminosos

Prever as Tendências Futuras do Mercado

img

As organizações utilizam a moderna ciência dos dados para detectar as tendências dos mercados emergentes. Isto é feito rastreando dados de compra, comportamentos, influenciadores e mecanismos de busca para ver quais produtos e serviços os clientes estão procurando. Manter-se a par dos comportamentos de seu público-alvo ajuda a tomar decisões comerciais que mantêm uma organização à frente da concorrência e próxima da linha de fundo.

Melhore as Finanças Internas

img

Os especialistas em ciência dos dados podem usar a ciência dos dados para gerar relatórios, previsões e análises das tendências financeiras. A capacidade de processar dados brutos de fluxo de caixa, ativos e dívidas ajuda uma organização a detectar tendências de crescimento ou declínio financeiro. Os analistas financeiros utilizam análise preditiva e análise de gerenciamento de risco para fornecer insights valiosos que ajudam nas decisões comerciais.

Classificação e Organização

img

Dados não estruturados como e-mails, imagens, arquivos de áudio, texto e informações binárias são difíceis de processar e analisar. O aprendizado profundo torna possível a análise de grandes conjuntos de dados através do treinamento de sistemas de aprendizado profundo para executar funções específicas. Por exemplo, a NASA usa o reconhecimento de imagens para descobrir insights mais profundos sobre objetos no espaço. Outro exemplo é a automação da classificação de lesões no local de trabalho com base na análise de relatórios de incidentes.

A ciência dos dados é utilizada em uma série de indústrias, desde a farmacêutica e o setor de saúde até os setores financeiro e energético. A combinação de grandes gerenciamentos de dados, discussão de dados, estatísticas, aprendizado de máquinas e outras disciplinas tem um efeito positivo no cumprimento das metas comerciais. Quanto mais as modernas ferramentas e técnicas de ciência de dados se adaptarem, mais aplicações de ciência de dados existirão. O aproveitamento do poder dos algoritmos de aprendizagem de máquinas fornece percepções úteis e previsões informadas que orientam as decisões comerciais.